Precisamos conversar sobre a campanha Novembro Azul

novembro azul

Durante o mês de outubro, o laço cor de rosa é o símbolo da campanha que incentiva a prevenção do câncer de mama, popularmente conhecida como Outubro Rosa. No entanto, com a chegada do penúltimo mês do ano, o laço muda de cor e passa a ficar azul. Junto a ele, surge um novo símbolo: o bigode. A conscientização, então, passa a ser em relação à saúde masculina, com a campanha Novembro Azul.

A campanha é de extrema importância e o mês é mundialmente dedicado ao combate do câncer de próstata, que é o segundo mais comum entre os homens.

Quer saber mais sobre o assunto? Então continue lendo esse artigo e confira as principais informações sobre a campanha Novembro Azul.

Como surgiu a campanha Novembro Azul?

Para conscientizar sobre a importância da saúde masculina, em 2003, na Austrália, um grupo de amigos teve a ideia de deixar apenas o bigode crescer. O objetivo era demonstrar solidariedade e juntar fundos, que posteriormente seriam doados para instituição do câncer e projetos que se destinavam ao bem-estar do homem.

No entanto, o que no início parecia ser apenas uma brincadeira em que era aproveitada a comemoração do Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, no dia 17 de novembro, o movimento foi se alargando para um mês. Assim originou-se a campanha chamada Movember (onde moustache + november significam bigode + novembro, em inglês).

Com a ideia altamente aceita, a campanha se tornou um sucesso mundial. Em diversos países o movimento é tratado com credibilidade e bom humor, nos quais alguns homens cultivam os bigodes e a cor oficial azul, símbolos do movimento. As mulheres também oferecem apoio usando um bigode falso e roupas ou acessórios azuis.

Assim, os debates não são somente sobre o câncer de próstata, mas também de outras doenças relacionadas à saúde masculina, como câncer nos testículos, depressão e bem-estar.

No Brasil, em 2008, o Instituto Lado a Lado pela Vida idealizou o movimento em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia e foi o pioneiro ao abordar questões pertinentes ao câncer de próstata, por meio da campanha Um Toque, Um Drible. O objetivo da campanha “Um toque pela vida, um drible no preconceito” era quebrar o preconceito e proporcionar uma mudança de paradigmas quanto à ida do homem ao médico.

Mais tarde, inspirado no Movember, o Instituto passou a oferecer um mês inteiro de intensas mobilizações, enfatizando a conscientização sobre a saúde do homem, surgindo a campanha Novembro Azul.

Qual é o objetivo da campanha?

A campanha tem como objetivo informar as pessoas sobre as diversas doenças que acometem a população masculina e, principalmente, incentivar os homens a cuidar melhor da saúde e realizar os exames preventivos no combate ao câncer de próstata.

Isso porque depois do câncer de pele não melanoma, o de próstata é o segundo mais comum entre os homens. E a resistente ideia de não ir regularmente ao médico faz com eles acabem descobrindo a doença quando o estágio já esta avançado.

Comprar_Licopeno

Como é a campanha no Brasil e no mundo?

No Brasil e no mundo a campanha conta com mais de cinco milhões de membros e vem crescendo a cada ano.

Por todos os estados brasileiros, além dos esforços da mídia em conscientizar a sociedade, algumas esculturas e edifícios públicos, que são considerados os mais importantes, são iluminados com a cor azul durante todo o mês de novembro. Em diversas instituições e empresas, as ações e palestras demonstram a importância de os homens se cuidarem e realizarem os exames preventivos.

Em outros países, além de cultivar o bigode, alguns adeptos da campanha se pintam de azul para que, assim, eles possam despertar a curiosidade de outras pessoas e reunir mais participantes para campanha.

Com essas ações, hoje o Novembro Azul, como é conhecido aqui no Brasil, e o Movember em outros países, são considerados a maior campanha de prevenção e combate ao câncer de próstata.

Qual é a diferença entre o Outubro Rosa e o Setembro Amarelo?

Além da campanha Novembro Azul existem outros meses coloridos, como o Outubro Rosa e o Setembro Amarelo. Cada um corresponde a um tema específico, mas com um objetivo em comum: a prevenção.

O mais antigo e conhecido é o Outubro Rosa, que tem como objetivo incentivar a prevenção do câncer de mama, informando a população sobre a importância da realização do autoexame e da mamografia para um diagnóstico precoce.

Já o Setembro Amarelo é o menos conhecido por ser mais recente e diz a respeito à conscientização e prevenção do suicídio. A campanha pretende alertar as pessoas sobre a realidade de o suicídio ser um mal silencioso no Brasil e no mundo, divulgando as formas de prevenção.

Por que se deve combater o preconceito contra o toque?

Mesmo com todo o esforço da campanha Novembro Azul, ainda nos dias de hoje o índice de câncer de próstata é alarmante, justamente por haver preconceito quanto à realização do exame de toque retal, que rastreia o câncer de próstata.

Mas ao contrário do que muitos pensam, o exame é um processo rápido, que dura poucos segundos e não afeta em nenhum momento a masculinidade do homem.

Além disso, esse tipo de exame é imprescindível, pois o antígeno prostático específico (PSA) — analisado por meio do exame de sangue — isoladamente não é capaz de detectar 100% de um tumor prostático. O PSA detecta alterações na próstata, como um processo inflamatório, mas não visa diagnosticar especificamente um câncer.

Dessa forma, para alertar a sociedade e quebrar alguns paradigmas que ainda existem em nossa cultura, a campanha Novembro Azul é a melhor maneira de incentivar as pessoas do sexo masculino, principalmente após os 40 anos de idade, a realizar anualmente o PSA, aliado ao exame de toque retal. A prevenção é a maneira mais adequada de identificar precocemente o surgimento de um possível tumor prostático.

Assim, é fundamental que os homens entendam que a saúde deve estar em primeiro lugar e acima de qualquer idealização cultural que possa induzir ao preconceito.

Gostou do nosso post? Agora que você já sabe sobre a importância da campanha Novembro Azul, conheça melhor como prevenir o câncer de próstata.

E-book Envelheça com saúde

por Fernanda Satlher

Diretora da BS Pharma, ciclista, mãe e adora escrever artigos. Farmacêutica industrial graduada pela UFMG com 22 anos de experiência e pós-graduada em Farmácia Magistral Pela UNESP- Araraquara. Gestora de projetos pelo IBMEC - MG.